casais homoafetivos

Casais homoafetivos podem recorrer às técnicas de reprodução assistida para ter um filho biológico. Diversas são as técnicas disponíveis para transpor as dificuldades encontradas e atingir o objetivo final, que é o crescimento da família.

 

Entenda alguma das técnicas que podem ser utilizadas:

Gestação compartilhada

É uma opção para os casais formados por duas mulheres, e permite a participação de ambas na gestação. Uma delas irá fazer a estimulação ovariana e captação de óvulos enquanto que a gestação ocorrerá no útero de sua parceira. Essa técnica permite que ambas as futuras mães participem ativamente do tratamento e se sintam conectadas à criança. O registro da criança poderá ser feito normalmente com o relatório do tratamento.

Doação de sêmen

A única forma de duas mulheres poderem gestar e registrar a criança em seus nomes sem dificuldade é através do tratamento com utilização de sêmen doado, bastando para isso o relatório do tratamento realizado. Sempre quando um homem com a identidade conhecida participa do tratamento, seja de forma natural ou através de inseminação artificial, ele terá o direito e o dever sobre a paternidade.

Doação de óvulos

De forma semelhante, casais formados por dois homens necessitam da utilização de óvulos doados para a formação do embrião e garantia da filiação da criança gerada. O casal define as características que desejam na doadora: pode-se optar pelas características de um dos futuros pais ou então características decididas em comum acordo.

Barriga solidária

Os casais masculinos necessitam ainda da ajuda de uma mulher da família de um dos futuros pais. A criança deverá ser gestada por uma parente de até quarto grau; a ajuda pode vir da mãe, irmã, tia, sobrinha ou prima. Entenda mais aqui.

Dúvidas e agendamentos:

  • @semearfertilidade
  • #semearfertilidade
  • #semearfertilidade
Pacientes em tratamento: procure telefone de contato no seu contrato

© 2018 por SEMEAR fertilidade.

Responsável técnico médico:  Carolina Nastri CRM-SP:104.808