Congelamento de óvulos após os 40 anos

A fertilidade da mulher está intimamente relacionada à idade, uma vez que a quantidade e a qualidade dos óvulos só pioram com o passar dos anos.

 

Após a cantora Ivete Sangalo revelar que engravidou por meio da Fertilização in vitro aos 45 anos, utilizando seus óvulos congelados aos 42 anos, surgiram dúvidas em relação à eficácia do congelamento de óvulos após os 40 anos. Apesar de possível, é necessário considerar que a quantidade e a qualidade de óvulos de uma mulher vão naturalmente piorando à medida em que a mulher envelhece, sendo mais acentuada a partir dos 35 anos de idade.

 

A cantora foi uma exceção, mesmo considerando o congelamento de óvulos aos 42 anos. Baseado em uma ferramenta recentemente publicada por pesquisadores de Harvard¹, para que ela tivesse 30% de chance de ter um filho, seria necessário que ela tivesse congelado 15 óvulos aos 42 anos; para ter 50% de chance, 30 óvulos; e para ter 80% de chance de ter um filho, 70 óvulos. Deve se realçar, mulheres com 42 anos de idade frequentemente produzem apenas 3 ou menos óvulos por ciclo, o que resultaria em uma probabilidade < 5% de ter um filho. Desta forma, podemos concluir que, ou a cantora produziu uma quantidade anormalmente alta de óvulos, ou fez um grande número de ciclos para congelar mais óvulos, ou, simplesmente, foi bastante sortuda.

 

Segundo o Prof. Dr. Wellington Martins, diretor-clínico da SEMEAR Fertilidade, o ideal seria que toda mulher com mais de 25 anos, sem planos concretos de ter filho em um futuro próximo, pense sobre o congelamento de óvulos. “A possibilidade de uma gravidez é muito maior se os óvulos tiverem sido coletados antes dos 30 anos. Nesta idade é comum que se capte mais de 10 óvulos com apenas um ciclo, o que assegura uma probabilidade maior que 75% de se ter um filho no momento em que a mulher desejar engravidar”, explica o Prof. Dr. Wellington Martins.

 

Referência:

1. Goldman RH, Racowsky C, Farland LV, Munne S, Ribustello L, Fox JH. Predicting the likelihood of live birth for elective oocyte cryopreservation: a counseling tool for physicians and patients. Hum Reprod 2017; 32: 853-859.

Please reload

Dúvidas e agendamentos:

  • @semearfertilidade
  • #semearfertilidade
  • #semearfertilidade
Pacientes em tratamento: procure telefone de contato no seu contrato

© 2018 por SEMEAR fertilidade.

Responsável técnico médico:  Carolina Nastri CRM-SP:104.808