Hiperestimulação ovariana

É uma complicação que decorre do excesso de estimulação dos ovários. Apesar de raramente ocorrer espontaneamente, a grande maioria dos casos acontece durante a estimulação em mulheres realizando reprodução assistida. A mulher com essa síndrome sente mal-estar, diminuição da urina, dor no abdome e inchaço. Em casos mais graves, pode causar dificuldade para respirar e trombose. Ocasionalmente pode requerer internação para alívio dos sintomas.

Punção ovariana

Quanto mais estimulados os ovários, mais demorado é o procedimento de punção dos mesmos. Isso leva à necessidade de maior analgesia e sedação. Quando os ovários estão bastante estimulados é comum que a mulher apresente um pouco de dor abdominal nos dias subsequentes; e o risco de algumas complicações, como sangramento e infecção, é um pouco maior.

Risco de trombose

A possibilidade de trombose é um pouco maior quando a mulher está exposta a mais hormônios, por exemplo: quando usa pílulas anticoncepcionais, durante a gravidez, ou durante a estimulação ovariana. Sabe-se também que um maior grau de estimulação ovariana pode aumentar discretamente esse risco.

Please reload

Dúvidas e agendamentos:

  • @semearfertilidade
  • #semearfertilidade
  • #semearfertilidade
Pacientes em tratamento: procure telefone de contato no seu contrato

© 2018 por SEMEAR fertilidade.

Responsável técnico médico:  Carolina Nastri CRM-SP:104.808